quinta-feira, 18 de julho de 2013

CONGRESSO ENTRA EM FÉRIAS E A TAL DE "AGENDA POSITIVA" VAI JUNTO

Pelo menos 11 das propostas dessa tal "agenda positiva"criada em função dos recentes protestos nas ruas, está entrando também de férias e o seu destino é incerto quando o Congresso voltar ao trabalho no próximo mês de agosto.
A "PEC dos mensaleiros"; o passe livre estudantil;  a PEC do voto aberto; os royalties para educação; a corrupção como crime hediondo; a ficha limpa para todos os servidores; a Reitup (benefícios tributários para o transporte público); o fim do foro privilegiado; o marco civil da internet; a PEC do trabalho escravo e o Plano Nacional da Educação todos ficaram para novas discussões após as férias dos parlamentares.
Sobre o fim do "Foro Privilegiado"já se levantam vozes contrárias. O que parece uma coisa justa pode na verdade não passar de uma esperteza. Sendo julgados como cidadãos comuns, parlamentares, ministros de Estado etc., teriam a oportunidade de passar por todas as infindáveis instâncias da Justiça brasileira, com as suas não menos infindáveis oportunidades de recursos e mais recursos, adiando ao infinito qualquer possibilidade de punição concreta.