segunda-feira, 9 de setembro de 2013

CORRUPÇÃO OCUPA MAIS A PF QUE O NARCOTRÁFICO

Não é que a Polícia Federal esteja descuidando dos outros crimes de sua alçada, o foco deve-se ao crescimento do chamado crime de colarinho branco (meio sujo, e verdade, mas...). A bandidagem está acreditando mais nesse, digamos assim, caminho, que sair por aí vendendo droga ou contrabandeando.
Não deixa de ser significativo.

Já chega a 1 bilhão, segundo reportagem publicada hoje no Estadão, o volume de recursos que a PF estima ter sido desviado do Tesouro. Com isso, pela primeira vez na história, as investigações desse tipo de crime suplantaram as ações contra o narcotráfico e o contrabando.

Só neste ano são 28 operações especiais de combate a desvios dos recursos do Tesouro, por meio de fraudes, corrupção, licitações dirigidas, convênios fictícios e compras superfaturadas de administrações municipais, autarquias e repartições estaduais em todo o País, que chegam a tal cifra de 1 bilhão de reais, o volume de recursos que a PF suspeita ter sido desviado.