domingo, 8 de setembro de 2013

PARTIDOS PROCURAM "TIRIRICAS" PARA INFLAR VOTAÇÃO

Ainda que em dúvidas sobre se essa estratégia funcionará depois das manifestações iniciadas em junho, os partidos procuram nomes no mercado de celebridades e do esporte para montar suas chapas partidárias.

Falta apenas um mês - data limite do Tribunal Superior Eleitoral - para que os partidos filiem seus candidatos para a eleição de 2014 e, por conta disso, os operadores políticos das legendas estão em campo, procurando nomes que possam repetir o fenômeno do palhaço Tiririca, que em 2010 recebeu 1,3 milhão de votos pelo PR.

O PTB tentou o apresentador Ratinho, os goleiros Rogério Ceni, do São Paulo, Marcos do Palmeiras e a filha de Silvio Santos, Silvia Abravanel, mas sem sucesso. Marcelo Teixeira, ex-presidente do Santos topou. A cantora Sula Miranda, o humorista Batoré (do Praça é Nossa) e a apresentadora Nani Venâncio devem sair pelo PRB, cuja maior estrela será Celso Russomanno. 

Até o PSDB e o PT entraram na onda. Os tucanos filiaram o biomédico Roberto Martins Figueredo, conhecido como Dr. Bactéria, do programa Fantástico da Rede Globo, enquanto sonham com a candidatura de José Serra ao Senado. Todos os secretários estaduais també deixarão os seus cargos para ajudarem na disputa. Os petistas, que não vão contar com puxadores tradicionais de votos, como José Dirceu, José Eduardo Cardozo, João Paulo Cunha e José Genuíno, estão procurando nomes fora do partido. Enquanto isso, em Osasco vão sair com o vice-prefeito da cidade, Valmir Prascidelli, tentam convencer o presidente estadual da sigla, Rui Falcão a entrar na disputa por uma vaga na Câmara e já contam com Edinho Silva, que já aceitou a missão.

Noves fora os puxadores de votos que são políticos tradicionais, vai valer a pena ver se candidatos como Tiririca ainda farão o mesmo sucesso das eleições passadas.