quarta-feira, 4 de junho de 2014

PESQUISA: BRASILEIROS IRRITADOS COM TUDO E TODOS


A pesquisa (do instituto americano Pew Research Center)  não chamou muita atenção, mas os número impressionam. A responsável pela pesquisa, Juliana Horowitz, achou a mudança de humor dos brasileiros, de 2010 para hoje, muito radical: dos 82 países pesquisados, só foram observadas oscilações semelhantes naqueles que sofreram crises graves ou rupturas institucionais significativas, o que não é o nosso caso.

Os números: 86% desaprovam o combate à corrupção; 85% estão insatisfeitos com a insegurança pública; 85% acham ruim o serviço de saúde; 76% desaprovam o sistema de transporte; 71% não concordam com a política externa do governo; 72% acham ruim a educação; 65% estão revoltados com a pobreza, 63% com a situação da economia, com 85% apontando a inflação como principal problema e, apesar do desemprego estar em patamares historicamente baixos, ainda assim 72% disseram que o desemprego é o maior problema do Brasil. Quanto à Copa 61% responderam que o evento é ruim para o país, por tirar recursos que poderiam ser usados em serviços públicos.

REFLEXOS NA POLÍTICA

A insatisfação resvalou para a presidente Dilma, com 63% reprovando a sua administração e sua influência sobre o Brasil sendo considerada negativa, contra 48% que a avaliam positivamente. Apesar disso, Dilma obteve resultados superiores aos dos seus adversários na disputa presidencial: ela tem 51% de opiniões favoráveis e 49% contrários. Já Aécio Neves teve 27% a favor e 53% contra. Eduardo Campos vem em seguida com 24% de aprovação e 47% contrários.

(A pesquisa ouviu 1.003 pessoas entre 10 e 30 de abril)