terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

FALTA ÁGUA E FALTA LUZ, MAS SOBRA BOBAGEM NO FACE NA BATALHA ENTRE TUCANOS E PETISTAS.

De uns tempos para cá, começou a se reproduzir nas redes a polêmica pré-eleitoral, envolvendo “coxinhas” e “petralhas”, desta feita tendo como pano de fundo o apagão no setor elétrico e a tal de crise hídrica, enquanto Alckmin e Dilma – ó grande ironia – rezam juntos e de mãos dadas, como já disse alguém, por um milagre de São Pedro, que – se não descartado completamente pelo Santo – já o foi por todos os especialistas isentos do assunto.

O país indo pro buraco, sem água e sem luz, e a moçada fazendo concurso pra ver qual governo é o mais incompetente. Ora, meus queridos e amados tucanos e petistas. “Ambos os dois”, como diria um amigo meu pouco afeito a última Flor do Lácio e mais alguns. Desmata-se a Amazônia (põe na conta da Dilma, embora a bem da verdade, não esteja nessa sozinha).  Não se fez nada em São Paulo, embora todo mundo que interessa soubesse desde o século passado (sim, quando foi “construído” o tal sistema Cantareira) que o abastecimento de água do Estado estava datado. Põe a culpa no Alckmin e nos vários outros que lhe antecederam. Esculhambam com as nascentes, cortam as árvores, ninguém tem projeto, ação ou providência nenhuma senão esperar que chova (aqui, em Minas, no Rio de Janeiro, na Bahia... a lista é grande, não escapa ninguém) e aí vem “esses pessoal” fazer campeonato de mal feito.

Outro dia, vi na TV, um arquiteto de Cingapura descrevendo como eles fazem por lá para terem água. Temos quatro torneiras, dizia o moço. A primeira são os nossos mananciais. A segunda as águas de chuva, que conseguimos captar em mais de 60% por cento. A terceira é proveniente da dessalinização da água do mar. A quarta é do tratamento do esgoto. E acrescentou: “já bebi algumas vezes dessa água, mas ela não é muito boa”. E eu, com minha lógica tupiniquim pensei: também, mané, água de esgoto, queria o que? E o cidadão completou pra meu espanto e vergonha: “ela é muita limpa, daí fica imprópria pro consumo humano. Por isso nós a enviamos de volta aos mananciais para que adquiram os sais minerais e outras substâncias necessárias ao nosso consumo”.


Ah, é, é? Eu com aquela cara de tacho, ouvi o complemento: "são tecnologias relativamente fáceis. Estão disponíveis para quem quiser usar”. Olha ai, tucanos e petistas. Melhor pensarem em coisas assim, que ficarem procurando jogar o abacaxi no colo de uns e outros. Do jeito que as coisas estão indo, no buraco em que estamos nos metendo, não vai sobrar nada pra ninguém se ufanar, não vai sobrar nem espaço pra bobagem no Facebook.