sábado, 25 de julho de 2015

POLÍTICOS E SUAS PREFERÊNCIAS NO TWITTER


O Estadão Dados realizou recentemente, em parceria com o Ibope DTM, um estudo bem interessante – e até mesmo divertido – sobre contas no Twitter, revelando o quem os 428 deputados federais seguem, evidenciando suas preferencias, interesses e prioridades. José Roberto de Toledo revelou alguns dados em sua coluna no Estadão. Alguns bem curiosos: Dilma aparece em primeiro lugar entre as contas mais seguidas pelos deputados, com mais da metade dos parlamentares identificados no Twitter, mas o segundo lugar é de nada menos que José Serra. É claro que os petistas são quase unanimidade entre os seguidores da presidente, mas pelo menos 12 deles seguem o senado tucano. Aí ainda tudo normal, mas se formos avaliar os parlamentares do PMDB a coisa fica mais interessante: dos 52 que possuem contas no Twitter só 26 seguem a presidente. E nem todos são aliados. Um deles, por exemplo, é Eduardo Cunha, que não é exatamente um “amigo” da mandatária. Já a presidente não segue o presidente da Câmara, que por sinal é o deputado mais seguido pelos colegas.

A conta da presidente, segundo revela Toledo, é apenas a quarta mais seguida. Em primeiro lugar a institucional da Casa. Twitters de notícias é o que atraem mais os parlamentares. Os twitters da Folha, do Estadão, da Câmara Notícias, BlogdoNoblat, JornalOGlobo, Veja e TV Câmara fazem muito sucesso. Dos 50 mais seguidos, pelo menos 35 são meios de comunicação ou de jornalistas.

O que o estudo revela, na verdade, é que – com exceção dos twitters de notícias – os parlamentares tendem a se fechar em círculos de afinidades: tucanos seguem tucanos, petistas seus pares e por aí vai. O PMDB é mais disperso, o que é compreensível dadas as características da agremiação e parlamentares que votam parecido tendem a ter mais amigos em comum na rede social, o que não é de estranhar. Quem quiser saber mais acesse o Estadão Dados. É divertido, pelo menos.